A maior feira de cultura negra da América Latina.

2016

2016

A feira chegou ao Rio de Janeiro. A presença de autores de literatura negra foi destaque. SÃO PAULO – Por um lado, houve incremento de financiadores mas, as vésperas do evento, dois patrocinadores deixaram de aportar recursos previstos. Ficou para Adriana uma dívida de R$ 200 mil. Paralelamente, surge o Afrolab, agência de desenvolvimento em inovação digital, aplicativos e soluções para os empreendedores, e a Black Codes, consultoria estratégica com foco para publicidade e negócios.