A maior feira de cultura negra da América Latina.

Blog

Negros no Oscar 2012

Chegamos a 84ª edição do Oscar – Academy Awards, que teve transmissão na noite deste domingo, 26 de fevereiro, em Hollywood, no Kodak Theatre. O tão conhecido tapete vermelho recebeu uma série de atores (as), diretores (as), roteiristas e produtores que ansiavam pela mais estimada estatueta da história do cinema.

Segundo uma matéria publicada pelo Estadao.com, em 84 anos de Oscar, apenas 4% das indicações anuais são destinadas aos profissionais negros, e desses, apenas 12 premiações na história do cinema. Este número reflete diretamente aos formadores da Academia – 94% destes são brancos, o que equivale a quase seis mil votantes.

Como não é tão difícil enumerar as premiações anteriores para atores e atrizes negras, o Baoobaa fez um levantamento desses títulos. A pioneira foi Hattie McDaniel, que, em 1939, levou a estatueta na categoria de melhor atriz coadjuvante. Seguida dela, ao longo dos anos, foram consagrados Sidney Poitier, Whoopi Goldberg, Halle Berry, Denzel Washington, Jamie Foxx, Morgan Freeman, Forest Whitaker, Jennifer Hudson e Mo’Nique.

Veja aqui o levantamento completo das premiações em cada categoria – por Baoobaa

Os diretores negros enfrentam o mesmo conflito de indicações e premiações. Apenas dois foram indicados nesses 84 anos de Oscar, John Singleton concorreu a melhor diretor por Os Donos da Rua em 1992, e Lee Daniels foi indicado em 2010 por Preciosa. Contudo, ficaram apenas nas indicações.

Neste ano, a presença negra estava no filme “Histórias Cruzadas”, que aborda o segregacionismo racial de Mississipi na década de 1960. Além de a produção ser indicada na categoria “melhor filme”, duas atrizes negras que integraram o elenco foram indicadas, Viola Davis, na categoria “melhor atriz” e Octavia Spencer, “melhor atriz coadjuvante”.

Quem, portanto, representou os negros no Oscar 2012 foi Octavia Spencer, que ganhou, na noite de ontem, a estatueta de melhor atriz coadjuvante pela sua atuação em “Histórias Cruzadas”. Spencer interpretou a empregada doméstica Minny, com característcas um tanto quanto desbocada e engraçada. A Kodak Theatre se levantou para aplaudir Spencer.

Embora as indicações para atores e atrizes negras estejam crescendo década após década, ainda existe uma lacuna significativa que precisa ser preenchida na Academia. Vamos torcer para que os anos seguintes mais negros passem pelo tapete vermelho, subam ao palco e levantem a querida estatueta.

No Comments

Leave a Reply