A maior feira de cultura negra da América Latina.

Blog

Dia da Consciência Negra. Dia de Caldeirão do Negão!

Evento colaborativo vai reunir música, literatura, fotografia, dança e muito mais no dia de maior importância para a comunidade afrodescendente

A Casa das Caldeiras, espaço cultural que se tornou referência dos coletivos de artistas e produtores negros que anualmente produzem as Pílulas de Cultura da Feira Preta, vai simplesmente “ferver” no Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro de 2011. Entre às 15h e às 21h acontecerá o CALDEIRÃO DO NEGÃO, evento com entrada franca e   organizado pela equipe de artistas e produtores de cultura, colaboradores das Pílulas de Cultura da Feira Preta.

Criado de forma colaborativa, desde sua concepção até o formato dos espetáculos, o Caldeirão do Negão nasceu para festejar a diversidade da cultura negra e o especial momento vivido pelos produtores de cultura em São Paulo, que, apesar das dificuldades, como falta de financiamento e verbas para realização de eventos, unem-se em ações colaborativas para somar forças e viabilizar projetos. O público vai conferir no Caldeirão do Negão manifestações artísticas que expressam a cultura afro, como a música, teatro, dança, exposições, fotografia, aulas de samba rock e workshops. Cultura de rede e apresentada de forma coletiva.

Entre as atrações, a soul music de Fernando Ebano, o samba tradição do JB Samba, internação de dança diretamente do Capão Redondo com a Cia. Sansacroma ao som dos tambores, a intervenção periférica do grupo Literatura Suburbana, além de exposição de fotografias da equipe do site Samba Rock na Veia, exposição de tambores africanos, workshop de toque de tambor, aula de samba rock, entre muitas outras atrações.

Sobre o Calderão do Negão

A ideia do Caldeirão nasceu a partir da junção de diversos artistas e produtores de cultura negra, reunidos durante o Curso de Negócios Culturais Sustentáveis, realizado pelo Instituto Feira Preta, e que reuniu negros empreendedores de diversas áreas, como educação, dança, música, videomakers e designers. Durante o curso, empreendedorismo, sustentabilidade, criação em rede e produção a partir de processos colaborativos deram o tom das reuniões.

O Caldeirão do Negão foi criado com o objetivo de mostrar que hoje é perfeitamente possível para a comunidade negra criar em rede, de forma colaborativa, criando novos relacionamentos e parcerias, além do compartilhamento de ideias e conhecimento.

No Comments

Leave a Reply