A maior feira de cultura negra da América Latina.

Instagram

de 02 de novembro a 8 de dezembro

em diversos territórios em São Paulo

7 e 8 de dezembro

Memorial da América Latina

#FeiraPretaFaz18

18 anos não são 18 dias

Em 2019, a #FeiraPretaFaz18 e acontece nos dias 7 e 8 de dezembro, no Memorial da América Latina, região central de São Paulo. Neste ano, a programação artística e cultural, a partir da trajetória da própria feira e do foco em unir experiência, design e conexão, traz o tema “Passado, Presente e Futuro”. De onde vieram, onde estão e pra onde vão a arte, a cultura e o empreendedorismo pretos?

No Memorial, a Feira Preta estará dividida em espaços temáticos, que unem conteúdos sobre diferentes temas que atravessam a existência preta nas diferentes áreas de atuação, da militância ao entretenimento, passando pelo mundo dos negócios e oportunidades de trabalho. Além de uma programação artística imperdível.

E mais: A Feira Preta mais uma vez faz parte do Festival Feira Preta, que começa no dia 2 de novembro e vai ocupar vários pontos da cidade com Feiras de Produtos e Serviços, Palestras, Workshops, Diálogos, shows, exposições, performances, gastronomia, cinema, literatura, lab inovação + makers, roteiro afro, espaço infantil, beleza, master classes, mentorias.

Uma programação que se estende por todo o mês de novembro e início de dezembro, ocupa a cidade, celebra o corre e fecha com a Feira Preta, que encerra o Festival, nos dias 7 e 8 de dezembro.

TERRITÓRIOS DO FESTIVAL PELA CIDADE DE SÃO PAULO

Festival Feira Preta

Programação 2019

Celebrando o Corre !

O maior festival de

cultura negra da

América Latina

Em sua última edição, o Festival Feira Preta recebeu mais de 50 mil pessoas. O evento que nasceu em 2002 como uma feira de produtos de empreendedores negros, hoje é um festival que apresenta conteúdos, produtos e serviços que representam o que há de mais inventivo e inovador na criatividade preta em diferentes segmentos. Do empreendedorismo, da tecnologia à literatura, da musica às artes digitais, passando também pelos painéis com o que há de mais urgente e futurista nas reflexões da existência preta. Com programação que ocupa diferentes pontos da cidade de São Paulo com atrações nacionais e internacionais, o Festival Feira Preta pauta a comunicação de grandes veículos de comunicação no mês de novembro, que celebra o Dia da Consciência Negra.

Em 2018, foram mais de 40 atrações nacionais e internacionais ao longo de 10 dias, 120 expositores, atividades distribuídas 10 territórios culturais diferentes e circulação monetária superior a R$ 700 mil reais durante o evento.

a Feira Preta até o momento reuniu

170

MIL

PESSOAS

900

ARTISTAS

nacionais e internacionais

1200

EXPOSITORES

do brasil e da América Latina

E movimentou cerca de

5

MILHÕES

na venda de produtos e serviços ligados ao universo afro

 

Nossa convocatória do Festival Feira Preta 2019 foi encerrada no dia 28 de outubro de 2019.

Foram mais de 500 iniciativas inscritas e estamos muito felizes com o resultado da curadoria, mas trata-se de um processo delicado e difícil, em que iniciativas lindas e potentes não conseguiram ser contempladas.

Por isso, a transparência no processo de seleção dos afroempreendedores é muito importante para nós. E gostaríamos de compartilhar com vocês como foi feito esse trabalho.

Mudamos de casa, e esse ano, o Memorial da América Latina nos acolhe.

Trata-se de um grande passo, mas para nossa segurança temos um alvará que nos permite uma quantidade limitada de expositores e de público para garantir um evento seguro. Além disso, temos um grande Festival, com muitos conteúdos relevantes, que celebram os 18 anos da Feira Preta tendo como linha conceitual o nosso passado, presente e futuro.

Esses conteúdos estão em todos os setores do Festival, que este ano contará com dois palcos, Espaço de Diálogos, Espaço de Saúde e Bem Viver, Afroempreendedores, Afrolab, Literatura, Espaço Erê, Gastronomia, Galeria de Inovação (Afrogeek, Afrotrampo, Afroempreendedorismo, Afrotech).

Os Espaços Colaborativos para os Afrolabs foram divididos por regiões: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Belém, Vitória, Brasília.

Desde 2017, a Feira Preta promove o Afrolab, que é uma imersão que passa pela instrumentação, formação e criatividade de afroempreendedores. No Afrolab 2019, esse processo de criação, produção, distribuição e consumo resultou na participação desses afroempreendedores no Festival Feira Preta, com cerca de 100 iniciativas contempladas.

Importante: os afroempreededores que participaram do Afrolab em edições anteriores seguem o processo normal da convocatória conforme detalhamos a seguir:

Foram abertos 76 Espaços para os afroempreendedores que se inscreveram nas Convocatórias para a Feira Preta 2019, e a curadoria adotou os seguintes critérios de seleção:

1. Inclusão de novos empreendedores: mais de 60% dos espaços da Feira Preta 2019 foram destinados a novos empreendedores (que nunca participaram da Feira). Esse critério representa a missão da Feira Preta em desenvolver e fomentar o pequeno afroempreendedor, com mais diversidade de iniciativas.

2. Inovação, criatividade e inventividade: pensamos em inventividade e na experiência que o produto proporciona ao público. Para isso, foram avaliadas a criatividade e inovação, tanto no produto quanto no processo de desenvolvimento desse produto.

3. Diversidade de linguagem: para representar a multiplicidade e a riqueza do afroempreendedorismo, escolhemos expositores em diversas linguagens: saúde física e mental; bem estar; maquiagem; produtos para cabelo; trancistas, salão de beleza e cabeleireiras; moda roupas; moda acessórios; moda sapatos; livros e literatura; objetos de decoração; brinquedos e bonecas; papelaria; serviços - design, arquitetura, construção civil; gastronomia; tatuagem; quadros de pinturas; instrumentos musicais.

Observamos também que a escolha do espaço para cada empreendimento foi pensada com muito cuidado, atendendo às expectativas de edições anteriores, ou seja: neste ano cada espaço conta com 9m2 (3m x 3m), uma vez que muitos expositores alegaram perda de vendas em edições anteriores, por falta de exposição dos produtos, entre outros, como dificuldade de locomoção e acesso do público comprador.

Por fim, ressaltamos que esse ano, em razão do cenário político e econômico do país, não conseguimos um patrocinador para viabilizar a participação gratuita dos afroeemprendedores selecionados, a exemplo do que já realizamos em 2018.

Por essa razão, temos uma lista de espera e, caso ocorra desistência dos selecionados, esses empreendedores serão convidados, sempre seguindo os mesmos critérios de avaliação e segmentação.

 

SELECIONADES

 

Se você quiser dividir seu espaço existe essa possibilidade, mas seguindo seguintes critérios: entre contato com a organização do evento pelo email  feirapreta@pretahub.com, com o título do email: DIVISÃO DE ESTANDE NO FESTIVAL FEIRA PRETA.

Para aqueles que gostariam de dividir o espaço , é importante saber que: a divisão do espaço só pode ser feita com afroempreendedores que já estão na lista de espera e produtos afins; a equipe Feira Preta irá selecionar em conjunto os participantes, pensando nos critérios já descritos e em segmentos que conversem entre si.

Nós do Festival Feira Preta agradecemos imensamente a participação de todes e esperamos encontrar a todos na Feira Preta nos dias 7 e 8 de dezembro!